Wearables: a tecnologia a favor da saúde

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language. O desenvolvimento da tecnologia tem trazido benefícios para diversas áreas da vida, e seus avanços aplicados à saúde não tem sido [...]Read More...

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

O desenvolvimento da tecnologia tem trazido benefícios para diversas áreas da vida, e seus avanços aplicados à saúde não tem sido diferente.

As tecnologias wearables ou “vestíveis”, por exemplo, foi uma inovação muito eficaz para proporcionar uma rotina mais saudável e confortável de seus usuários, com melhor qualidade de vida. Entre os modelos de wearable, estão disponíveis relógios, pulseiras e dispositivos acoplados em roupas.

Inicialmente, os wearables tinham o objetivo de acompanhar a prática de atividades físicas através do monitorando de batimentos cardíacos e pulsação durante os exercícios. A geração mais recente é conhecida por trazer uma série de sensores que ajudam a aumentar a organização de tarefas, incentivar a prática de exercícios, acompanhar programas de perda de peso e assume presença também em tratamentos médicos. A seguir, listamos algumas funções das ferramentas wearables e suas perspectivas para o futuro:

Alertas imediatos – Com a tecnologia wearable na saúde, as pessoas conseguem controlar os hábitos do cotidiano, administrando a rotina para evitar o que pode prejudicar a saúde. Os dispositivos geram mais acessos a informações de diagnóstico e dão mais autonomia ao usuário. Se algum índice mostrar variação, é hora de ficar em alerta. Espera-se que, em breve, seja possível receber notificações para resolver questões ignoradas no dia-a-dia, como a postura laboral e o nível de consumo de gordura. Algumas marcas já disponibilizam funcionalidades interessantes para acompanhar dados da saúde, como informações de nutrição, nível de estresse, sono e batidas do coração.

Agilidade médica – A Internet das Coisas, de um modo geral, é uma tecnologia muito importante nos hospitais, porque auxilia na agilidade de atendimento. No caso dos médicos, eles conseguem acompanhar os pacientes à distância e ganham tempo para cuidar de outros enfermos, já que diminui a necessidade de fazer um acompanhamento presencial mais frequente. Os beacons, aparelhos de proximidade que emitem informações por meio da tecnologia bluetooth, também são alicerces nesse procedimento, pois gera dados em tempo real para a equipe de cuidados.

Tratamentos home careO tratamento home care é uma vantagem bastante atrativa, principalmente para o público de idade avançada, que precisa ir ao hospital com frequência. As tecnologias wearables permitem que eles possam ser acompanhados de casa, sendo o relógio inteligente uma das ferramentas mais buscadas. Ele ajuda, por exemplo, no controle de batimentos cardíacos. Além do sensor de frequência cardíaca, alguns aparelhos possuem acelerômetro e giroscópio, que conseguem identificar quedas bruscas. O usuário pode até realizar um eletrocardiograma de pulso a partir de um app de ECG, que ajuda a identificar sinais de fibrilação atrial. Os dados são armazenados e podem ser compartilhados com o médico. É possível também emitir notificação para a emergência informando a localização do usuário.

O que esperar desse mercado na área da saúde?

A cada dispositivo ou aplicativo que surge, mais informações se tornam possíveis de se levantar através da IOT. Com o tempo, na área da saúde, a ideia é que mais dados sejam disponibilizados, como as taxas de açúcar e a pressão arterial. Com o desenvolvimento dos “dispositivos vestíveis”, a medicina encontrou uma aliada para melhorar o sistema de saúde. As possibilidades só aumentam e, no futuro, talvez seja possível inclusive utilizar a tecnologia wearable como nossos próprios médicos digitais.

E aí, quer ficar por dentro das tendências de mercado para as tecnologias wearables? Acesse o site Tecmundo e acompanhe o blog da Sciath para saber quais são as novidades!